quinta-feira, 27 de setembro de 2007

The Darjeeling Limited - de Wes Anderson (2007)

Mais abaixo, coloquei o trailer, agora apresento-vos o poster. Este The Darjeeling Limited parece estar com pouca sorte, já que tem sido arrasado pela critíca e a curta-metragem que antecede o filme (Hotel Chevelier, de Wes Anderson, com Jason Schwartzman e Natalie Portman) parece que não irá estrear juntamente com o filme. Como iremos ver o filme de 13 minutos que antecede a longa-metragem? Talvez na internet ou em DVD. De qualquer forma, tudo o que tenha a mão de Wes Andersom é merecido ser visto e, apesar da muito fria recepçãp que o filme tem tido, a minha ansiedade para o ver não diminui, apenas aumenta. E como o meu amigo João disse, pelo que dizem, sempre temos um pouquinho de Bill Murray no filme. A aguardar com muita ansiedade. E pela curta-metragem também.

Extras - Série 1 (2005-???)

De Ricky Gervais e Stephen Merchant, os criadores do The Office original, chega-nos este Extras, uma série que nos relata as aventuras de dois figurantes que tentam triunfar a todo o custo no mundo do cinema. Resultado: uma fantástica série de comédia, como só puderia ser, onde em cada episódio somos levados aos bastidores de filmes diferentes e sempre com convidados de luxo em cada episódio, como Kate Winslett, Patrick Stewart, Ben Stiller e Samuel L. Jackson (Vinnie Jones também tem um papel no primeiro episódio). Uma das melhores comédias do momento. A Série 1 já está disponível em DVD no nosso país há algum tempo, agora ando ansioso pela segunda temporada, onde temos como convidado Robert DeNiro. Apressem-se com isso.

The office - O escritório - Séries 1 e 2 (US) (2005-???)

Indo agora para a sua quarta temporada no Estados Unidos, este The Office é a versão americana da fantástica série de Ricky Gervais com o mesmo nome. Apesar da série britânica ser melhor e mais original, esta versão americana ganhou força própria e acabou por tornar-se algo de diferente e de grande qualidade na televisão actual. Steve Carell substitui Ricky Gervais no papel do chefe de escritório convencido e armado em comediante. A série está fantástica e Steve Carell mereceu o globo de ouro que ganhou pela sua interpretação. Nesta versão, Ricky Gervais continua envolvido mas apenas na função de produtor executivo. Uma série fantástica, filmada em estilo de documentário (tal como a britânica) e uma lufada de ar fresco na comédia actual. A não perder.

Dan in Real Life Trailer

E, como prometido no post abaixo, aqui está o trailer de Dan in real life, com Steve Carell e Julliete Binoche. Pessoalmente, isto tem o seu interesse. Que venha o filme...

Dan in real life (2007)

Steve Carrel regressa ao cinema com esta comédia dramática. Quando estreia por cá, ainda não sei, o que trata o filme também ainda não (peço desculpa, mas ainda não investiguei muito sobre o filme). Apesar de ser praticamente um filme ainda não muito conhecido, tem Steve Carrel e por isso já merece um lugar de destaque aqui neste blog... Deixo o poster e, no post acima, apresento-vos o trailer. Ah, e tem Julliete Binoche, por isso mais uma razão para ver o filme...

Hairspray - de Adam Shankman (2007)

Remake do filme de John Waters (que tem um cameo logo no início do filme), este Hairspray é um musical como já não se faz há muito tempo: colorido, a feel good movie e com elaboradas sequências musicais, a relembrar os mais antigos do género. Adam Shankman, realizador do amargo Bringing down the house, realiza o filme, sentindo-se no seu teritório pois antes da sua carreira de realizador era coreógrafo musical. Temos aqui um elenco de luxo, com um John Travolta como nunca ninguém o viu (jogada arriscada que resultou extraordinariamente bem), uma maléfica Michelle Pfeiffer e um sempre brilhante Christopher Walken, aqui dando também ele uns passos de dança (antes era bailarino, o homem). Resultado: um grande musical, vivo, colorido e que acaba por ser um entretenimento muito mais satisfatório que muitos filmes que por aí andam. Infelizmente, o musical cinematográfico parece estar morto em Portugal, pois por cá (ao contrário dos States e de muitos outros países) o filme foi um flop autêntico. Ao que parece, o desastre (e desperdicío de celulóide) Duelo Imortal: A Origem, teve mais audiência que este Hairspray. É pena.

quarta-feira, 26 de setembro de 2007

The Darjeeling Limited trailer

E aqui vis apresento o trailer do novo filme de Wes Anderson, na minha opinião um dos melhores realizadores americanos da actualidade. Owen Wilson, Adrien Brody, Jason Schwartzman e Anjelica Huston fazem parte do elenco. A aguardar com muita ansiedade. Só é pena não encontrarmos Bill Murray por aqui, mas não podemos ter sempre a mesma equipa a trabalhar junta.

segunda-feira, 24 de setembro de 2007

RUSH HOUR 3 TRAILER

E para os interessados, aqui está o trailer de Hora de Ponta 3, que estreia agora em Outubro cá em Portugal.

AMERICAN GANGSTER-Trailer

E aqui vos deixo com o trailer daquele que poderá ser um dos grandes filmes do ano. Escrito por Steven Zaillian (A lista de Schindler), realizado por Ridley Scott (Alien, Blade Runner, Gladiator, Black Hawk Down, Reino dos Céus) e com Denzel Washington e Russel Crowe. Estreia a 15 de Novembro. A aguardar...

Alien Versus Predator: Requiem - de The Brothers Strause (2007)

Depois do desastre que foi Alien Versus Predator, do quase sempre mau Paul Anderson (o mesmo de Resident Evil), os fãs (e incluo-me nesse grupo) não sabem o que esperar desta sequela. O primeiro trailer tem muito bom aspecto, dando a impressão que vamos voltar aos bons tempos de Alein e Predator, com a sua violência em grande forma. E agora este primeiro poster vem aguçar mais as coisas, pois, pessoalmente, acho estar bastante bom. O problema será o resultado final, que provavelmente só teremos opurtunidade de ver em 2008. Mas pelo que nos foi apresentado até agora, já mereceu o nosso benifício da dúvida. E Paul Anderson não está envolvido, o que ajuda à festa.

The Bourne Ultimatum - Ultimato - de Paul Greengrass (2007)

Jason Bourne regressa para descobrir a verdade do seu passado. Matt Damon regressa como Jason Bourne. E Paul Greengrass regressa como o realizador desta trepidante sequela. Resultado: Um dos grandes filmes do ano, um dos melhores filmes de acção dos últimos tempos e o melhor Blockbuster do ano, deixando grandes produções como Piratas das Caraíbas e Spider-Man 3 a um canto.
Passado 6 semanas depois dos eventos relatados em Supremacia, Bourne viaja pelo mundo para descobrir as suas origens, entrando assim num perigoso jogo de espionagem, uma vez mais. Sendo constantemente perseguido pela agência que o recrutou, Bourne vai passar por uma luta sem limites e sem perdão para descobrir a verdade.

Acção do início ao fim, movimentos de camarã trepidantes, uma história inteligente e um Matt Damon sólido no personagem de Bourne, este filme é um dos verdadeiros sinónimos de Blockbuster de Verão. Um enorme êxito de bilheteira e de critíca que fecha o nosso Verão em grande. Imperdível.

Next - Sem alternativa - de Lee Tamahori (2007)

Depois de nos presentear com a sua estreai em terreno de Hollywood com Sem Limite, escrito por David Mamet (e uma boa estreia, digo de passagem), Lee Tamahori realizou o último capítulo de James Bond interpretado por Pierce Brosnan (007 - Die another day), apresentando-nos com o mais artificial dos James Bond (o que era aquele CGI todo que para lá andava???) e depois vem-nos com XXX - State of the Union (com Ice Cube), que assinalou o fim da franchise de XXX e uma das piores desculpas para filme de acção dos mais recentes anos. E agora Tamahori regressa com este Next. É mau? Não tanto como esperava, nem tanto como se diz por aí. Não é excepcional, não se trata de nenhuma obra-prima, não tem desempenhos dignos de Óscar, não tem desenvolvimento de personagens mas tem acção (com CGI bem manhosos, diga-se de passagem) e um ritmo que não nos deixa desinteressados pela história que nos é contada. Cage é um homem que tem a habilidade de ver os acontecimentos que se passam dois minutos no futuro, Jessica Biel é a mulher dos seus sonhos e Julianne Moore é uma agente que pretende recrutar Cage para que ele possa ajudá-la a impedir um ataque terrorista em solo americano. O filme não é nada de especial mas vê-se bem e acaba por ser uma sessão bem passada, sem 'desligarmos o cérebro' à entrada da sala de cinema.

Arrested Development - Série 1 (2003-2004)

Produzida por Ron Howard e Brian Grazer, esta é uma das mais fantásticas séries de comédia a surgirem no pequeno ecrã. Relata-nos as aventuras da família Bluth e da sua luta por se manter fora da falência. Quer dizer, é mais a luta de Michael Bluth (o fantástico Jason Bateman) que, depois do seu pai ser preso por desfalcar os seus sócios, tem de cuidar do negócio da família, família essa que não faz o menor esforço para sobreviver. Temos o ilusionista falhado (Will Arnett), a irmã (Portia de Rossi), a mãe (Jessica Walter) que quer estar sempre na ribalta e o filho de Michael (Michael Cera, de Superbad) que está apaixonado pela sua prima, Maeby (Alia Shawkat) e o pai (Jeffrey Tambor) que tenta governar o negócio a partir da prisão. Narrado por Ron Howard, esta é uma grande série cómica que, infelizmente, foi cancelada após a terceira temporada. Apesar disso, as critícas foram excelentes e os prémios muitos. Uma das mais originais, mais hilariantes e mais bem escritas sitcoms de sempre, estando ao lado de séries como Seinfeld, My name is Earl e Curb your enthusiasm. A não perder.

quarta-feira, 19 de setembro de 2007

quinta-feira, 13 de setembro de 2007

28 Weeks later - de Juan Carlos Fresnadillo (2007)

Danny Boyle realizou 28 Dias Depois e tornou-se um filme de culto e um pequeno êxito de bilheteira por onde passava. E isso foi o suficiente para que uma sequela fosse produzida. Danny Boyle desta vez fica-se apenas pela produção (para realizar Sunshine, que aqui falarei brevemente) e passou a cadeira de realização a Juan Carlos Fresnadillo, o realizador de Intacto, outro filme que ganhou estatuto de culto e esteve presente no Fantasporto uns anitos atrás.
Pelo que dizem, estamos perante uma boa sequela, alguns afirmam mesmo ser melhor que o original. A questão é que realmente o trailer está bastante bom e o próprio marketing do filme está muito bem conseguido (apresento-vos aqui um dos posters). Estava programado para estrear em Portugal agora em Setembro mas pouco vejo sobre o filme por cá. Esperemos que realmente o vejamos numa sala de cinema. Pelo menos o trailer por aí anda nos cinemas lusos. A aguardar, com alguma ansiedade...


E agora, nesta nova estrutura, durante os próximos tempos, deixo um quad britânico do filme como cabeçalho. Apreciem...

American Gangster - de Ridley Scott (2007)

Ridley Scott regressa à cadeira de realização depois de dois flops a nível de critíca e de bilheteira (Reino dos Céus, que dizem que a versão de realizador editada em DVD já é algo de bastante melhor e recomendável, e A Good Year).


Esta marca a terceira colaboração do realizador com Russel Crowe, depois de Gladiador e A Good Year, e a primeira com Denzel Washignton, que já trabalhou três vezes com o irmão do realizador - Tony Scott.



Este poderá ser um dos grandes filmes do ano. Crowe é um polícia disfarçado, que tenta desmantelar a rede criminosa do gangster Denzel Washigton. Os dois actores já haviam trabalhado juntos no thriller de Ficção Científica mediano Virtuosity mas com papéis inversos (Crowe nesta altura ainda lutava por um lugar ao sol em Hollywood).


Estreia ainda este ano por cá.

quarta-feira, 12 de setembro de 2007

Sweeney Todd - de Tim Burton (2007)

O regresso de Tim Burton e Johnny Depp poderá ser o maior trunfo desta dupla de sucesso. Já se fala em Óscares para Depp, em Tim Burton tornar-se no novo Scorcesse, sempre nomeado mas nunca vencedor, já se fala em tudo e ainda só circulam fotos de bastidores e dois posters na net. Juntamente com Burton e Depp, temos Helena Bonham Carter, Alan Rickman, Timothy Spall e Sacha-Baran Cohen. O filme estreia no Natal nos States e deverá estrear por cá só para o ano. Mais um filme a aguardar com alguma ansiedade (mesmo assim, sem tão grandes expectativas de minha parte, em relação aos prémios, pois acho muito cedo para dizer tais coisas, só depois de ver).

There Will Be Blood - TRAILER 2 - PT Anderson

E aqui está o trailer prometido no post abaixo. Ai, que nunca mais cá chega...

There will be blood - de Paul Thomas Anderson (2007)

E quanto a este filme, só digo isto: o regresso de Paul Thomas Anderson (o realizador de Boggie Nights, Magnolia e Punch-Drunk Love, para quem não sabe), juntamente com o regresso de Daniel Day Lewis, mais o fantástico poster que vos apresento, mais o trailer que vos deixar acima deste post e temos aquele que puderá ser um dos grandes filmes do ano e um dos grandes vencedores nos vários festivais de cinema pelo mundo fora. Aguardem impacientemente por este filme que eu farei o mesmo.

Eastern Promises - de David Cronenberg (2007)

David Cronenberg regressa com mais um forte drama, protagonizado por Viggo Mortensen, Naomi Watts e Vincent Cassel. É de esperar algo deste Eastern Promisses, depois do fabuloso A History of Violence. Já vos deixei o trailer mais abaixo, deixo-vos agora o poster, que na minnha opinião, está fabuloso. Estreia ainda este ano por cá.

The Brave One - de Neil Jordan (2007)

Neil Jordan regressa com esta história de vingança, protagonizada por Jodie Foster (também produtora executiva do filme) e Terrence Howard. O buzz tem sido bom e eu, como aprecio uma boa história de vingança, tenho interesse em ver como a coisa está. Estreia para Outibro ou Novembro por cá. Depois informo. Deixo-vos o poster.

3:10 to Yuma - de James Mangold (2007)

Trata-se de um remake do filme do mesmo título. James Mangold (o realizador de Copland, Identity e Walk the Line) realiza este remake com Russel Crowe e Christian Bale e, corre o buzz, é boa coisa que ele nos apresenta aqui, felizmente. Já estreou nos States em primeiro lugar, apesar de não ser nada de extraordinário. Mas poderá ser prova de que o Western não está morto (o que espermos que seja verdade). Depois de Open Range de Kevin Costner (que ainda não vi), o Western volta a dar cartadas (é claro, não esquecer o australiano The Proposition, que surgiu o ano passado que, infelizment, também ainda não tive oportunidade de ver). Este 3:10 to Yuma estreia em Novembro por terras lusas, se não estou em engano.

The assassination of Jesse James by the coward Robert Ford - de Andrew Dominik (2007)

E este é o filme que deu o prémio de melhor actor a Brad Pitt no Festival de Veneza. Trata-se dum género quase morto em Hollywood (infelizmente), o Western (que este ano regressa com este e 3:10 to Yuma, de James Mangold, com Russel Crowe e Christian Bale). Muita boa coisa se tem dito deste filme, também com Casey Affleck, o irmão de Ben Affleck. Em Novembro estreia por cá.

Lust, Caution - de Ang Lee (2007)

Apresento-vos o poster do novo filme de Ang Lee, vencedor do Festival de Veneza deste ano. Nos States recebeu a classificação de NC-17, considerada uma classificação quase proibida por essas terras. Tal classificação deve-se às cenas de sexo explícitas presentes no filme. Grande ansiedade tenho eu em ver esta nova longa do mestre, depois dos grandes Brokeback Mountain, Hulk (tanta boa gente não gostou deste, infelizmente) e O Tigre e o Dragão.

The Bourne Identity - Identidade desconhecida - de Doug Liman (2002)

Uma semana antes da estreia do Blockbuster de Setembro em Portugal, The Bourne Ultimatum, decidi ver o primeiro capítulo desta saga de acção e thriller que revolucionou o cinema de espionagem nos últimos anos (até o último James Bond - Casino Royale se inspirou em Bourne).
O resultado é um filme inteligente, que prende do início ao fim, cheio de intriga e acção, com uma sólida realização de Doug Liman (este foi o seu primeiro filme comercial, depois de Go - A vida começa às 3 da manhã) e contando com excelentes interpretações de actores como Matt Damon (surpreendendo muita gente, revelando-se ser um grande herói de acção) Franka Potente e o sempre fantástico Chris Cooper. Um dos grandes trunfos deste filme é o personagem de Bourne, não apenas um herói de acção mas também alguém atormentado pelo seu passado desconhecido. Ou seja, um herói de acção algo complexo, algo raro no cinema de acção dos dias de hoje. A sua sequela, Supremacia, é algo superior a este e também um dos grandes filmes de acção dos últimos anos. Mas o buzz diz que Ultimato é ainda melhor que os seus antecessores. Dia 20 de Setembro descobrimos, finalmente.

Alien vs Predator Requiem Trailer

O primeiro trailer de Alien vs Predator 2 (ou Alien vs Predator: Requiem) está disponível na net e apresento-vos agora aqui. Depois da decepção do primeiro, este trailer do segundo tem muito bom aspecto, sim senhor. Não há-de ser nada do outro mundo mas pelo aspecto parece que a violência que marca tanto os filmes das duas sagas volta em grande. E que este poderá ser um bom entretenimento. Só deverá estrear em 2008 por cá.

terça-feira, 11 de setembro de 2007

Iron Man Trailer

E deixo-vos com o primeiro trailer de Iron Man, o novo filme da Marvel, realizado por Jon Favreau (Zathura e Elf) e protagonizado por Robert Downy Jr., Gwyneth Paltrow, Jeff Bridges e Terrence Howard. Este é o primeiro Blockbuster de 2008 e a coisa promete.

New trailer John Rambo!!!

E aqui vos deixo com um novo video lançado agora para John Rambo, o quarto filme de Rambo. Realizado por Stallone, este filme promete. Estou a gostar do que vejo, o homem sabe adaptar-se aos tempos...

sábado, 8 de setembro de 2007

Ratatui - de Brad Bird (2007)

E não tenho muitas palavras a dizer sobre este Ratatouille (cujo título não deveria ter uma tradução para português, já que se trata de um prato, e isso não se traduz). Brad Bird, anteriormente consultor de animação dos Simpsons, realizador do magnífico Gigante de Ferro (muito pouco visto, infelizmente) e do espéctacular The Incredibles, regressa com esta animação, uma das melhores dos últimos tempos. A animação está fantástica, como já seria de esperar da Pixar, e o próprio filme deixou-me sem palavras. Uma autêntica delícia de filme. E como tão bem se enquadra, já que se trata de um rato culinário. Simplesmente fantástico. Um dos melhores filmes do ano. E o melhor filme de animação de 2007, seguido de The Simpsons Movie.
A não perder (o que é difícil, este não passa despercebido pelo público internacional, estando a revelar-se um enorme êxito, merecidamente).

A face oculta de Mr. Brooks (2007)

O realizador Bruce A. Evans apenas nos tinha apresentado Kuffs, com Christian Slater e Milla Jovovich, há mais de 10 anos atrás. Depois de tanto tempo ausente na função de realizador, surge agora com este Mr. Brooks, onde Kevin Costner muda radicalmente de registo e faz de assassino psicópata, com dupla personalidade, interpretada por William Hurt. A compor o resto do elenco temos o comediante Dane Cook, que é o homem que apanha Brooks no acto (a matar um casal) e decide chantageá-lo (ajudá-lo a descobrir a adrenalina do homícidio ou então revela as fotos reveladoras de Brooks) e Demi Moore, que interpreta a perspicaz e dura detective que está no encalçe de Brooks.
A sub-história de Demi Moore está lá a mais, sendo algo desnecessárias algumas cenas que por lá passam, mas no fim, este Mr- Brooks acaba por ser uma surpresa bastante agradável. Mas, como é óbvio, o filme deve imenso à interpretação de Costner (que é um bom actor já se sabe, mas que é um excelente e dos melhores actores que por aí andam, poucos sabem, infelizmente), representando um homem intelectual, dividido pelo certo e pelo errado, tentando sempre lutando conra um vício qué mais forte que ele: matar. Outro ponto muito forte é William Hurt, estando em perfeita sintonia com Costner. Se todas as duplas fossem assim, estavamos muito bem servidos. E é sempre bom descobrir um realizador bastante ausente mas que, depois de 10 anos desaparecido, apresenta uma obra bastante mais madura. Sim, senhor.

A ver...

A casa dos Punhais Voadores (2004)

Já cá tinha o DVD em casa há algum tempo mas só agora me dediquei a ver este filme de 2004. Sempre o quis ver, atenção. E se valeu a pena a espera? Valeu, pois. Este House of Flying Daggers revela que Zhang Yimou é um excelente realizador, trabalhando com histórias fantásticas de lealdade, honra, amor e morte e cruzando-as com extraordinárias sequências de artes marciais e efeitos especiais. Zhang Yimou, para além disso, é em realizador bastante visual (já o era no filme anterior - Herói) e cria alguns dos mais belos planos da memória recente do cinema. Exemplo disso é o fantástico duelo final, no campo coberto de neve.
As interpretações são de alto nível, destacando, pois claro, Ziyi Zhang, já presente em Herói e também em O Tigre e o Dragão, de Ang Lee.

A não perder.

Colecção de DVDs

Respondendo ao pedido de milhares de refugiados e de famílias (ou de poucos colegas de trabalho), aqui está o endereço onde podem consultar a minha extensa colecção de filmes em DVD. De filmes maus a filmes extraordinários, de filmes simpáticos a filmes ordinários (para rimar) cá está a bendita lista.
http://www.dvdspot.com/member=Spidex81

Michael Clayton Trailer

E cá está o trailer do novo filme de George Clooney, realizado por Tony Gilroy, o argumentista de The Bourne Identity.Presente no festival de Veneza, a recepção foi bastante positiva, dizendo tratar-se de um filme complexo e inteligente e tratar-se de um filme denuncia, ao estilo de Os homens do Presidente, de Alan J. Pakula. E diz-se também que a interpretação de Clooney é bastante boa. Um filme que poderá estar presente nos próximos Óscares. Espero com ansiedade. Sem data de estreia por cá, ainda.