quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Antevisão - Outono/Inverno 2010

Com a entrada do mês de Outubro, começam a estrear os primeiros filmes que têm possibilidades de ser grandes destaques na próxima temporada de prémios. Para além disso, vamos também ver algumas das estreias mais esperadas do ano e alguns dos maiores êxitos deste final de ano, juntamente com algumas surpresas a nível de crítica. Aqui fica uma pequena lista de alguns dos filmes com mais expectativas para os próximos meses.

The Town (estreia a 14 de Outubro)
A segunda longa-metragem de Ben Affleck vem provar que Gone Baby Gone não foi um caso de sorte. Com um elenco de luxo, The Town tem sido extremamente bem recebido pela crítica e é um dos êxitos de bilheteira actuais nas bilheteiras americanas. Já se fala na corrida aos Óscares.

Let Me In (estreia a 21 de Outubro)
O remake do brilhante Let the Right One In está a ser, surpreendentemente, alvo de excelentes críticas. Um filme que muitos viam como ser uma ofensa à obra original, o filme de Matt Reeves (Cloverfield) conseguiu surpreender tudo e todos, ao ser um filme fiel ao original mas conseguindo destacar-se do mesmo. No entanto, o êxito nas bilheteiras não foi encontrado: estreou em Oitavo lugar com apenas 5 milhões. Pode ser uma das surpresas do ano e um dos melhores filmes de terror deste fim de ano, competindo com The Last Exorcism (14 de Outubro) e [REC]2 (7 de Outubro).

RED (estreia a 28 de Outubro)
Adaptação do comic book da DC Comics com o memso nome, temos aqui uma comédia de acção que promete. O elenco é talentoso e invulgar para um filme do género e as primeiras opiniões confirmam que temos aqui um bom entretenimento.

The Social Network (estreia a 4 de Novembro)
Um dos filmes mais aclamados do ano e um dos grandes candidatos aos Óscares de 2011. O filme usa a origem do Facebook para contar uma história actual de ganância e dos perigos do poder. Jesse Eisenberg, Andrew Garfield (o novo Spider-Man) e Justin Timbarlake (!) têm recebido imensos elogios, para não falar no argumento de Aarons Sorkin e na realização sempre brilhante de David Fincher. A aguardar com imensa expectativa.

Fair Game (estreia a 11 de Novembro)
Na mesma semana em que estreia em Portugal The Other Guys (a aclamada comédia de acção com Will Ferrell e Mark Whalberg), Unstoppable (o novo filme de acção de Tony Scott, com Denzel Washington, que tem potencial para ser divertido), Jackass 3D (os dois primeiros não estrearam entre nós mas devido ao acréscimo do 3D, este já estreia!) e Saw 3D (finalmente, o aparente capítulo final da saga de terror mais rentável de sempre), todas as atenções estão desviadas deste Fair Game, o novo thriller de Doug Liman (The Bourne Identity, Mr & Mrs. Smith), protagonizado por Naomi Watts e Sean Penn. Só os actores valem a pena e Liman consegue ser um excelente realizador quando se mete em Jumpers e coisas assim. Para além disso, o filme estreou em Cannes e a reacção não foi nada má.

Harry Potter and the Deathly Hallows - Part 1 (estreia a 18 de Novembro)
A primeira parte do capítulo final duma das sagas cinematográficas mais marcantes da última década. Desde o terceiro filme que o tom tem ficado mais negro e menos infantil. Para este capítulo final, all bets are off. Tem um aspecto incrível e a expectativa é muita (e não sou grande fã da saga, apesar de gostar). Em Julho estreia o filme final.

The Kids Are All Right (estreia a 25 de Novembro)
Só o elenco vale a pena: Mark Ruffalo, Julianne Moore e Annette Bening. Para além disso, a crítica apenas deu elogios a esta comédia dramática independente. Moore e Bening são fortes candidatas ao Óscar. Era para estrear em Setembro ou Outubro e foi adiado para o final de Novembro (típico...)

The American (estreia a 25 de Novembro)
Apesar da presença de George Clooney como protagonista, este The American é um thriller totalmente europeu, o que acabou por desagradar muito ao público americano. No entanto, Clooney foi elogiado por fazer uma personagem diferente ao que nos habituou e, apesar das opiniões divididas, podemos ter aqui um bom filme. Foi adiado de final de Outubro para final de Novembro.

Due Date (estreia a 2 de Dezembro)
De Todd Phillips, realizador de The Hangover, chega-nos aquela que poderá ser a comédia do ano. Robert Downey Jr. junta-se a Zach Galifianikis e juntos formam uma dupla invulgar e, aparentemente, hilariante. Isto promete...

Scott Pilgrim Vs the World (estreia a 8 de Dezembro)
Considerado um dos melhores filmes do ano, o melhor filme de Edgar Wright e um clássico de culto instantâneo, Scott Pilgrim foi um flop nas bilheteiras americanas. Para além disso, o grande atraso da estreia em Portugal e a péssima data de estreia (época de Natal, a competir com Narnia, a nova animação da Disney e mais uns quantos filmes mais apelativos ao grande público), para não falar do facto de não ser um tipo de filme que vá chamar rios de gente ao cinema, faz com que tudo esteja contra o filme. No entanto, a seu favor está o facto de ter um público fiel a Wright, aos comics de Scott Pilgrim e de, dentro desse público, a expectativa e a vontade de ver o filme sejam enormes. No entanto, não me admiro que surja o anúncio de cancelamento da estreia no nosso país, indo directamente para DVD. Se tal acontecer, será péssimo e mais um exemplo da trsiteza cinematográfica em Portugal...

Gigantic (estreia a 9 de Dezembro)
Um filme já bastante atrasado mas que promete. Uma comédia independente, com o grande Paul Dano e a simpática Zooey Deschanel como protagonistas. Para não falar no curto mas hilariante pedaço de Zach Galifianikis. Uma comédia que vai passar despercebida entre nós mas que, decerto, merece alguma atenção.

Houve certos filmes que não incluí nesta pequena lista devido à incerteza das suas datas de estreia. Um dos casos mais óbvios é o de Tron Legacy que, apesar de ainda estar agendado para 2010, o material de promoção apresentado nos cinemas portugueses anuncia a estreia para 2011. O que é uma má decisão, sendo que Tron, com o marketing correcto, poderia ser o grande êxito deste Natal.

NOTA: [REC]2 estava para ser incluído nesta lista. No entanto, como o filme estreia hoje em Portugal, decidi retirá-lo, já que será visionado em breve. Nessa altura, falarei dele.

1 comentário:

O Projeccionista disse...

Boas fitas que aí vêm. Estou com boas expectativas em relação ao «The Town», ao «The American» e ao «Due Date», pois gostei dos últimos filmes destes realizadores, sobretudo o «Gone, Baby Gone» do Ben Affleck e o «Control» do Anton Corbjin. Estes dois têm aqui a prova de fogo. Em relação ao «The Social Network» também estou um bocado curioso com o que o Fincher fez. Espero que cumpram as expectativas.

Cumprimentos.