sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Minority Report, de Steven Spielberg (2002)

Num futuro onde os homicídios podem ser vistos com antecedência e impedidos, um polícia do Pre-Crime (unidade policial que lida com a 'tecnologia' que prevê tais crimes) vê a previsão dum homicídio que ele irá cometer muito em breve. Determinado a descobrir quem será a sua vítima e a verdade sobre o seu caso enquanto é perseguido pelos seus colegas, ele embarca numa corrida contra o tempo onde terá de decidir o seu destino.
Minority Report é baseado num conto de Phillick K. Dick (autor do conto que deu origem a Blade Runner, entre outros filmes) e apresenta-nos uma visão do futuro interessante (Spielberg consultou peritos e cientistas para fornecerem uma visão mais clara do que poderemos ter disponível num futuro próximo, previsões essas utilizadas no filme). No entanto, o grande trunfo do filme (para além dos efeitos especiais, do futuro apresentado e do thriller policial por detrás de tudo, muito hithcockiano) é o lado sombrio que Spielberg dá ao filme, utilizando ainda humor negro que não será para todos. E podemos dizer que nunca vimos Tom Cruise assim: para além do excelente desempenho (aliás, todos os actores estão em grande forma), a personagem de Cruise ultrapassa alguns obstáculos inesperados e insólitos.
Minority Report é um melhores filmes de F.C. da década passada, uma referência do género e uma obra de grande qualidade e entretenimento, algo que Spielberg sabe fazer e muito bem!

2 comentários:

Roberto F. A. Simões disse...

Nunca vi e não sei como. Imperdoável.

Cumps.
Roberto Simões
» CINEROAD - A Estrada do Cinema «

The movie_man disse...

É imperdoável! Grande filme de F.C..
:)

Cumprimentos.