sábado, 8 de janeiro de 2011

Os melhores e os piores de 2010 - Banda-sonora

Nesta área vamos apenas destacar as melhores bandas-sonoras do ano passado. Avisamos já que este top é relacionado apenas com filmes que vimos, excluindo então obras como A Single Man, que será visto brevemente.

Inception:
A música de Hans Zimmer é simplesmente brilhante na obra de Christopher Nolan. Consegue ser emotiva nas partes necessárias e estrondosa nas cenas de acção. Uma banda-sonora poderosa e merecedora de Óscar:


The Social Network:
Trent Raznor, dos Nine Inch Nails, e Atticus Ross criam, inesperadamente, uma das melhores bandas-sonoras de 2010. Perfeita para o filme, Raznor parece ser um dos indivíduos perfeitos para trabalhar com David Fincher. Vão voltar a colaborar no remake de Millennium, a estrear em Dezembro de 2011:


Kick-Ass:
Composta por vários temas não originais, a banda-sonora do filme de Matthew Vaughn dá um ritmo frenético às cenas de acção por si só frenéticas. Um dos melhores momentos é a faixa apresentada em baixo (peço desculpa pelo título bastante spoiler). Muito bom:


Scott Pilgrim Versus The World:
Um filme com a música de Beck presente acaba sempre por ter uma das melhores bandas-sonoras de determinado ano. O filme tem uma banda-sonora fantástica que merece ser descoberta. Fica aqui um dos melhores exemplos, Ramona:


Where the Wild Things Are:
Voltei a ser criança com esta obra de Spike Jonze e fiquei roído de inveja em não haver músicas destas quando eu era criança. Genial, emotiva... sem palavras. Banda-sonora perfeita:


The Road:
Warren Ellis e Nick Cave criam uma banda-sonora calma e tocante para este The Road. Aliás, tudo em que Nick Cave mexe é ouro e este trabalho não é excepção. Genial:


Up in the Air:
Jason Reitman é um dos melhores realizadores da actualidade e um dos que consegue arranjar excelentes bandas-sonoras para os seus filmes. Juno era um caso perfeito e Up in the Air não é excepção nenhuma:


Toy Story 3:
Porque quase todos os filmes da Pixar têm excelentes bandas-sonoras e este Toy Story 3 não foge à regra. Randy Newman regressa para a partitura e consegue auxiliar o filme nas suas aventuras e no final de levar qualquer adulto às lágrimas:


The Ghost Writer:
Roman Polanski regressa com este thriller excelente (do qual falarei em breve, já que só o vi esta semana) e junta-se a Alexandre Desplat para esta composição complexa e brilhante:


Shutter Island:
A nova obra de Martin Scorsese tem uma banda-sonora que ajuda bastante a criar o ambiente claustrofobico e negro do filme. No entanto, em certos momentos, temos algo mais melancólico e tocante como esta faixa que apresentamos em baixo, que surge em partes ao longo do filme e depois nos créditos finais. Brilhante!


Fica a nossa lista de melhores bandas-sonoras de 2010. Nos próximos dias, revelamos outra categoria nas várias listas que vamos fazendo ao longo deste mês. As categorias culminarão com os nossos melhores 10 filmes do ano passado, que serão revelados no final deste mês.

2 comentários:

pixelhunt disse...

Boa lista. A canção dos créditos do Shutter Island é tão, tão boa. É a musica que colocaste mas com letra:

http://www.youtube.com/watch?v=TzOFlCIY0H8

The movie_man disse...

Obrigado pelo link. Eu sei que ainda há alguns filmes que não vi e que bem podiam aqui estar mas acho que a lista ficaria basicamente a mesma. Acho que tivemos um bom ano em termos de bandas-sonoras.