sábado, 17 de julho de 2010

Knight and Day, de James Mangold (2010)

June (Cameron Diaz) e Roy (Tom Cruise) conhecem-se no aeroporto antes de embarcarem para o avião que irão partilhar. No entanto, depois duma longa conversa, Roy mata a tripulação do avião e June descobre que ele é um agente secreto que decidiu agir por conta própria, indo contra os seus superiores. Decidido a protegê-la, Roy persegue June, certificando-se que ela permanece vida e que descubra a verdade sobre si.
Knight and Day marca o regresso de Tom Cruise ao cinema de acção, neste caso com uma mistura de comédia e romance. Cameron Diaz é a sua companheira de ecrã e acabam por fazer uma boa dupla (no entanto, uma actriz mais talentosa teria resultado melhor). Enquanto que Cruise brilha num papel em que se sente confortável (e ele aqui está bastante bem), Diaz acaba por também entrar no registo da comédia onde já está mais habituada.
James Mangold (3:10 to Yuma; Walk the Line) é o realizador de serviço e, apesar de não ser um trabalho extraordinário, apresenta-nos uma realização sólida e algo clássica, onde cada plano nas sequências de acção mostram-nos o que se passa, tudo ajudado por uma boa montagem (algo que hoje em dia não se encontra tantas vezes, com as câmaras tremidas e montagem ultra-rápida, onde Paul Greenglass triunfou nos filmes Bourne mas que já foi imitado até à exaustão por realizadores menos competentes). Felizmente, Mangold optou por uma realização mais clássica neste aspecto.
O argumento não é nada por aí além, cheio de lugares comuns e diálogos previsíveis. No entanto, acaba por ser competente o suficiente para dar umas boas gargalhadas.
Knight and Day não é um grande filme mas é divertido e resulta num bom entretenimento de Verão, com boas cenas de acção, boas doses de comédia e dois protagonistas que nos convencem e que estão em boa forma. Um exemplo perfeito de entretenimento escapista e um bom filme de Verão. Missão cumprida.

3 comentários:

pixelhunt disse...

Do pouco que vi só não me consegui desligar da cara da Cameron Diaz, ou ela fez uma plástica que não correu bem, ou envelheceu bastante mal. Ainda não tem 40 anos por isso deve ser a primeira opção.

The movie_man disse...

Sim, também reparei nesse aspecto e quantas vezes é que eu pensei: Epá, ela está esquisita! E verdade seja dita, está.

The movie_man disse...
Este comentário foi removido pelo autor.