sábado, 13 de fevereiro de 2010

Possivelmente o pior filme de sempre

Em 2000 estreou Battlefield Earth, um projecto pessoal de John Travolta. O filme de Ficção Científica é adaptado da extensa obra de L. Ron Hubbard, o criador da Cientologia, a polémica religião da qual Travolta e Tom Cruise fazem parte.
Travolta passou anos a tentar que o filme avançasse até que, depois do seu relançamento em Pulp Fiction, o actor ganhou poder suficiente para conseguir tornar o seu sonho realidade.
No entanto, o resultado foi o pior de todos, sendo o filme um verdadeiro desastre. A realização é uma das piores que já se viu e a calamidade revela-se em todos os outros aspectos técnicos (montagem, banda-sonora, fotografia, efeitos especiais, etc.). Quanto aos actores, Barry Pepper é o herói de serviço e nada mais faz do que tentar fugir cerca de 5 vezes em apenas meia-hora (poderia ser sempre de forma diferente mas começa sempre igual e acaba sempre igual: a cair no chão em câmara lenta, após ser atordoado), Travolta é o vilão de serviço com uma interpretação deplorável e Forest Whitaker é o seu capanga, no seu pior desempenho (e teve a amabilidade de reconhecer o seu erro ao participar no filme).
Muitos consideram-no o pior filme de sempre (numa recente votação dos leitores da revista Empire, o filme conquistou o primeiro lugar dos piores). A questão agora coloca-se: será realmente merecedor desse título? Enquanto obras como Plan 9 From Outer Space (Ed Wood) e The Room (Tommy Wiseau) são más mas de baixo orçamento (e já ganharam um enorme estatuto de culto, algo que podemos dizer que merecem, devido à sua enorme dose de humor involuntário), Battlefield Earth teve um orçamento de 40 a 80 milhões, estreou na altura dos blockbusters (Maio de 2000) e foi uma forte aposta da Warner nesse Verão. No entanto, o resultado final foi o desastre que se testemunhou. Para além disso, ainda hoje o filme é recordado como um dos piores de sempre e o filme que fez com que Travolta precisasse de um novo Pulp Fiction na sua carreira.
Apesar do seu flop nas bilheteiras e das críticas devastadoras, o filme ficou para a História do cinema como um dos projectos mais falhados de sempre (não é exactamente o melhor dos motivos) e tem um estatuto de culto, já que a sua dose de comédia involuntária é, como outras obras da mesma reputação, bastante grande. E apesar de tudo isso, tornou-se algo lendário, sendo o exemplo perfeito de como não fazer um filme, a não ser que se queira ter uma participação nos Razzies (e aí o filme foi um grande sucesso).

3 comentários:

Nekas disse...

Sempre ouvi dizer que era dos piores de sempre...parece que é verdade!

Abraço
http://nekascw.blogspot.com/

Berto disse...

Nunca o vi todo, só algumas partes aí espalhadas pelo youtube. Mas parece-me que é daqueles filmes que nem conseguem entrar na categoria de "É tão mau que é bom". É mesmo "What is that?! Kill it with fire!" :D

Seriously no que é que o Travolta estava a pensar?
-----
Apresento-vos o PixelHunt, blog centrado em videojogos com pitadas de cinema:
http://pixelhunt.wordpress.com/

Sergio Oliva disse...

Tenho de vêr este filme o quanto antes, fala-se tão mal do filme que... :)